quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Você defendeu a mãe dela...


Nanda, Concordo com todos os conselhos que a senhora deu para esta jovem. Mas com certeza a senhora está defendendo a mãe. 
Fazendo o que a maioria fazem, achar que a culpa sempre é dos filhos. Que mãe tem sempre razão. E isso não é verdade. 
Essa jovem com certeza tem que seguir seus conselhos, mas não porque ela está errada, mas porque são com essas "armas" que ela vai mudar a mãe. Lógico que essa jovem tem seus defeitos, mas todos têm. E a mãe deveria saber disso e dar valor a ela, ainda mais sendo obreira. 
Digo a você jovem, não espere que as pessoas te deêm valor, mesmo sua mãe, e mesmo que todos te culpem, Jesus te dá valor e te entende, e isso é suficiente.

Minha querida,

Esta foi a minha opinião e na realidade, quem estava pedindo o conselho era a jovem e não a mãe dela, sendo assim quem tem o poder de mudar é a jovem, entende o que quero dizer? Meu conselho precisa ser para ela e não para a mãe dela.
 
E sinceramente, eu acredito que uma mãe merece respeito e pelo jeito que ela escreveu percebi sim a falta deste.

Não digo que as mães estão sempre certas, mas também é preciso entender que mães são seres humanos e cometem erros também, ainda que ela seja uma obreira. Obreiros também são humanos.

Se ela praticar as dicas dadas, tenho certeza de que vai mudar a situação. Ter peninha dela e falar o quanto a mãe está errada, não muda em nada a situação não é mesmo?

Eu também já fui uma filha que teve muitos problemas com a mãe, se tão somente eu tivesse tido uma base cristã e conselhos como este, tudo teria sido diferente... Não tenho dúvidas...



20 comentários:

Aline Munhoz disse...

Concordo plenamente Dona Nanda! Se e ela que quer uma mudanca, tem que vero que ela pode e deve fazer pra mudar essa situacao. Eu tambem tive que ser bem paciente numa epoca em que minha Mae estava sempre reclamando de tudo que eu fazia... Mas eu procurei entende la e fiz minha parte - ela mudou!

Anônimo disse...

Quando eu morava com a minha mãe era a mesma coisa, parecia que nós duas nunca iamos dar certo, ela tambem agia desse jeito sabe,é coisa de mãe, e elea tambem é obreira, eu tambem me sentia mal as vezes e achava que ela sempre estava implicando comigo mas hoje eu penso diferente e olha que não se passaram tanto tempo assim só fazem 3 anos que não moro mais com ela, hoje eu tenho 19 anos e sou casada,eu vejo que tudo não passou de uma fase que todas passam, e precisamos passar por isso para sermos mães tão melhores quantos as nossas no futuro, lembro que umas semanas antes de casar ela ficava me criticando por tudo pegando sempre no meu pé, mas no final da cerimonia do meu casamento ela me abraçou e disse: Filha me perdoa por sempre te criticar mas eu só quero te ver feliz. Isso foi o sulficiente eu entendo essa jovem, mas ela tem que ter paciência, tudo vai se encaixar, siga os conselhos da esposa e faça tudo direitinho e Deus vai te honrar.
Abraços Beatriz.

Adriana disse...

Dona Nanda concordo com a senhora Mãe e pai merece respeito ,por mas que eles estejam errados eu aprende isso ,filho tem que respeitar pai e mãe, também quem não erra . Devemos entender que sentimento não leva neguem a lugar algum pelo o contrario gostei da dica da senhora :) um forte abraço e na fé

Thairanne Prudencio disse...

Como pode uma pessoa falar uma coisa dessas? Claro que o que a senhora está tentando fazer é ajudar a menina. Quem se prejudica mais com os sentimentos que ela está cultivando contra mãe é a jovem e não a mãe.

Amanda Almeida de Moraes disse...

Tem que ter muito jogo de cintura e Direção de Deus hein D. Nanda?!

Amanda Almeida de Moraes disse...

Tem que ter muito jogo de cintura e Direção de Deus hein D. Nanda?!

Lúcia Martins disse...

Quando eu era pequena (pré adolescente) minha mãe também queria me sobrecarregar de serviços caseiros. Quando eu fazia tudo mas deixava "um talher sujo" ela me oprimia por causa disso. Então eu ficava triste e desincentivada. Passado um tempo, a mãe do meu namorado me disse "querida, preocupe-se em estudar". Percebi, então, que cada mãe é diferente.
Hoje em dia, quando vou na casa da minha mãe(moro na parte de baixo),claro, sempre tem algo pra limpar, e por ela, eu ficaria lá o dia inteiro "na lida" rrsrs. Até faço algumas coisas pra agradá-la, mas eu digo "mãe vou pagar alguém pra vir fazer a faxina" e ela me diz "não, então me dá o dinheiro"rsrrs
Então eu saio pra trabalhar e estudar por que sou eu que tenho que me sustentar e ainda estou nessa batalha...

Na minha opinião a moça deveria, trabalhar,montar o próprio negócio, e então pagar uma diarista! E ainda dar de presente pra mãe dela, uma sexta-feira no salão de beleza!

Olha d. Nanda você é muito transparente em publicar esse comentário "Você defendeu a mãe dela.."
Que Deus lhe abençoe!

Anônimo disse...

Eu penso que se nós, jovens, que nos esforçamos para seguir um caminho correto diante de Deus – mesmo com nossos erros – temos que dar exemplo dentro de casa, ainda mais uma mãe que é obreira!

O grande problema das mães é pensar que colocaram empregadas no mundo ao invés de filhas. Eu estou na fé, e minha mãe é totalmente – e completamente – mundana. E ao ler o pedido de ajuda dessa jovem, eu vi a completa descrição de como minha mãe – repito: mundana – age todos os dias.

Não estou querendo dizer que não devemos obedecer nossas mães somente pelo fato delas serem do mundo. Pelo contrário; justamente por elas serem do mundo temos que nos esforçar para sermos boas filhas, e desta forma fazer com que nossas respectivas mães desejem saber o que fez com que fossemos dessa maneira – desculpe se pareceu confuso.

Contudo, o mesmo deve ser feito quando acontece o contrário. As mães – talvez ainda mais do que os filhos – têm que dar exemplo de fé e conduta diante de Deus. Enfim, a culpa nem sempre é somente dos filhos, e ser mãe não significa ser dona da razão e saber sempre o que é certo e o que não é.

ps.: admiro muito o blog da senhora, e acredito que se essa – ou qualquer outra – jovem seguir seus conselhos vão acabar obtendo excelentes resultados. ;D



by:WA

Anônimo disse...

Que falta de temor hein, nao ha mais respeito com os pais. Se sua mae manda 2 ou 3 vezes fazer algo, faca mesmo ela nao sendo de Deus e se è, nem questione.
me lembro o bispo macedo falando a respeito o que dona Ester tinha que chamou sua atencao e umas das coisas foi a obediencia aos pais dela. E e por isso que o casamento deles e tao abencoado. pois dentro de casa ha uma mulher que ja foi crianca,adolescente e jovem obediente aos seus pais. ta ai o segredo da nossa vitoria em qualquer lugar.

Mariana disse...

Isso é muito forte, a partir do momento em que olhamos as pessoas como seres humanos iguais a nós, com erros e falhas, tudo fica diferente, pois todos erram independentemente de quem sejam. Devemos procurar sempre ter bons olhos e não esperar ter reconhecimento de ninguém, se ele vier veio, se não, não tem problema, devemos seguir em frente do mesmo jeito, procurando agradar somente a Deus e mais ninguém.

lenir eusebio disse...

dona nanda adorei esse comentario sou mae e tenho quatro filhos entre eles tem uma de treze anos mas graças a Deus ela e uma bençao e pedi a ela que lesse
esse comentarioela adorou

Andressa Cristina disse...

Eu também concordo com a sra. Eu demorei, mas entendi que o problema, ainda que não seja EU, passa a ser dependendo da atitude que eu tomo. Quero dizer que se eu estiver certa, mas reagir de uma maneira errada ao comportamento errado da outra pessoa, eu também estarei errando. Mas se minha atitude for pautada na Palavra de Deus não tem como dar errado. Poder até não ser imediato o resultado, mas com o passar do tempo vai acontecer. Muitas vezes a melhor resposta é nosso silêncio. Quando alguém me faz uma crítica que eu sei que é para meu bem, eu posso discordar 100%, mas eu escuto em silêncio e depois medito sobre o que me disseram, fazendo isso sempre aproveito muitaaa coisa.
Mãe é mãe e todas são mais ou menos iguais, mas tudo que fazem é para o nosso bem. Ela nos ama muito, de um tanto que nem fazemos idéia, por isso devemos sim respeitá-la e tentar lidar com a situação da melhor maneira possível, como uma mulher de Deus.
Fique com Deus dona Nanda, na fé ;*

Genilda Silva disse...

Honrar pai e mãe tem sido um mandamento difícil para muitos filhos, mesmo filhos cristãos.
E não devemos honrá-los apenas porque são nossos pais, mas acima de tudo por que é MANDAMENTO DO SENHOR, não é uma questão de escolha.
Estando eles certos ou não, nossa submissão a eles é o que agrada a Deus e faz as situações tomarem uma nova direção.

Anônimo disse...

Eu ja cuidei de irmã bebe, comecei a cozinhar mutíssimo cedo, comecei a cuidar da casa...minha mãe aonde?? N farra, se converteu e o cenário não mudou, virei jovem e agora carrego a casa nas costas, fico chatiada, porque ela me zanga muito, mas quando eu olho pra mim mesma, vejo que estou preparada para casar, para ter o marido mais exigente na cozinha, nas arrumações de casa, todos elogiam a minha comida, mas isso so aconteceu porque a minha mãe querida briga comigo, na hora fico chatiada, chorava muito, mas graças a Deus agora passei a ouvir as criticas e tentar fazer mais e mais o meu melhor, é difícil, mas depois é bom...

As minnhas amigas não sabem cuidar da casa e nem cozinhar como eu, ate me pedem para eu dar aulas de cozinha, e isso tudo devo a minha mãe que zanga muito comigo, e com os conselhos da D. Nanda pretendo aperfeiçoar ainda mais...

Bjxx a todas...

Anônimo disse...

D. Nanda, a sra. foi tão clara e olhou o lado das duas, não poupou ninguém. Agora... depende com que tipo de olhos lemos seu comentário. Temos que tomar cuidado com MAUS olhos, né? (olhos de críticas). Tá amarrado em nome de Jesus!

Na fé

Mônica Andréa

Tati Acioli disse...

Dna Nanda, é isso que acontece com O bp Renato e a Dna Cris, alguns acham que eles tomam partido mas não é isso. A orientação é direcionada a quem pede ajuda. Por isso a mudança tem que parti do próprio e não do outro.
Bjs Tati Acioli

Gabi Silva disse...

É isso mesmo dona Nanda, foi como a senhora relatou em "Os Dois Lados da Moeda" um post da senhora. Beijos Dona...

ninettlopez disse...

Señora Nanda:
Sabe por muchos años sufrí con mi madre ella me perseguía, pero ella no conocía de Jesús y esto no me impidió que yo siendo obrera diese todo mi amor para ella, y es mas hacia todo lo que ella pedía y mucho mas!! porque yo quería mostrar al Señor Jesús para ella y fue así a través de mis actitudes ella llego a los pies de mi Señor y ahora ella es un dulzura de madre y cada día lo disfruto con ella es una maravilla poder dar lo mejor para quien amamos

ise caroliny disse...

"Você defendeu a mãe dela..."Nanda Bezerra

Temos que ter paciência com nossa mãe,principalmente se ela não for convertida como minha mãe.Mas oro muito por ela e apesar de tudo a admiro pois creio que Deus vai fazer uma grande obra na sua vida.

A Negociante disse...

Esse post e o anterior me ajudaram muito, não moro mais com a minha mãe e sou casada, mas trabalho durante o dia e estudo à noite, às vezes chego em casa cansada e desanimada e esperando que meu marido tenha feito as minhas tarefas, felizmente nos últimos meses tenho acomapanhado as postagens de vocês, mulheres de Deus, li o livro Mulher V e isso tudo me ajudou muito, hoje mesmo chegando cansada eu arrumo a casa e cozinho para o meu marido e isso me faz sentir muito feliz e abençoada por Deus.