domingo, 13 de setembro de 2009

Dia 34 - Desafio - Fantasia X Real


Hoje, como já havia terminado o nosso jejum de TV, à noite liguei para assistir e espairecer um pouco.

Logo vi um filme que já iria começar chamado "Ps: Eu te amo".

Nunca tinha assistido antes, pois uma amiga minha tinha dito que não era legal, mas na semana passada, uma outra amiga falou tão bem do filme, que decidi assistir para tirar minha conclusão.

Pois é, aqui vai a minha conclusão... Que filme mais patético!!!

Me perdoem amigas, se vocês gostaram, mas o que dizer de um filme onde o marido mais perfeito e maravilhoso do mundo morre, mas antes da morte ainda prepara 10 cartas e surpresas para sua esposa, pois não queria que ela sofresse tanto e seguisse vivendo a vida!

Sabe o que aconteceu?

Durante o filme, chorei como uma tola e no fim estava com uma sensação triste e do nada veio a pergunta... "Será que o Júnior faria isso por mim?"

Foi quando acordei! Saí da carne e entrei na fé!

Esse filme diz assim no subconsciente das mulheres solteiras... "Olha só, é um homem desse que você tem que procurar para casar! Enquanto não achá-lo será infeliz!"

E fala assim para as casadas... "Tá vendo, seu marido não é e nunca será assim!!!"

Ahhh, por favor isso é o cúmulo!!!

Quando o filme Titanic, saiu nos cinemas muitos anos atrás, meu marido me levou para assistir.

Gostei demais!

Tão lindo e romântico que saí do cinema caminhando nas nuvens e imaginando meu marido como o Leonardo di Caprio, perguntei sem nem pensar... "Amor, você faria isso por mim também?"

Nem queiram saber a resposta!

Essa não foi a primeira vez. Toda vez que assistia um filme romântico, colocava meu marido nessa posição...

Aí começam os pensamentos tolos, mas que podem gerar muita confusão...

"Olha só, ele nunca disse coisas tão lindas pra mim, como vejo nesse filme!"

"Ele não me traz sempre um presente!"

"Ele não fala sempre o quanto me ama!"

"Nunca cozinhou pra mim!"

"Nunca me pega no colo!"

"Ohhh cadê o romance nele?"

Sem brincadeira gente, poderia ficar horas aqui fabricando frases, pois para cada filme romântico, são várias comparações!

Muitas vezes eu nem falava nada, mas ficava alimentando aquilo dentro de mim, como se ele nunca fizesse o suficiente.

Que absurdo! E muito injusto também!

Sei que não sou a única, muitas mulheres sofrem muito no casamento pelo simples fato de seus maridos não serem tão romanticos como nos filmes que assistem ou nos livros que lêem!

Muitas até decidem que a fantasia é melhor que a realidade e se entregam totalmente a esse mundo de ilusão... São viciadas em livros de romance e filmes, vivem fora da realidade e muitas vezes até ignoram seus maridos.

Como podemos comparar esses personagens de filmes e livros com nossos maridos?!

Quanta injustiça! Aqueles atores não são aquilo, somente fingem!
Aquele ator tão romântico nos filmes na realidade, é provavelmente infiel a esposa!

Essas comparações fazem com que você olhe para seu esposo, como se ele nunca fosse bom o suficiente e sendo assim tudo que ele faz nunca chega nem aos pés da ficção!

Talvez seu esposo não te diga todos os dias "eu te amo" ao acordar, como você vê nos filmes (principalmente porque nos filmes as atrizes nunca acordam descabeladas, não roncam, não dormem com a boca aberta e nunca tem mau hálito quando acordam!!!!), mas ele faz outras coisas que você nem tem percebido...

Desafio - Tarefa 34
"É hora de acordar e deixar a fantasia de lado. Aprenda a apreciar seu marido sem compará-lo com fantasias e um mundo de mentiras que você assiste nos filmes. Aprecie os gestos que dizem muito mais "eu te amo", do que palavras."

Ps: Vamos cair na real!

21 comentários:

Juh Muniz disse...

É assim mesmo, D. Nanda! Qd termina esses filmes a gente se sente triste e com uma angustia.. sei la =/


É a emoção/sentimento querendo falar mais alto. É como D cris falou sobre as musicas, é o mesmo que acontece!


Beijos

nathalia disse...

Nossa dona fernanda, é realmente assim, muitas querem a pessoa perfeita e não sabem que perfeito é só Jesus, temos que cair na real e olha-los com outros olhos que eles serão lindos do modo deles.

ps: eu gosto muito do jeito que a senhora escreve

Seu, Raphael disse...

Seu post salvou meu relacionamento.

Lúcia disse...

kkkkkkkkk
Tive que rir, essa não esperava. Não assisto filmes desse tipo, justamente por isso. É a maior mentirada!!
Ótima postagem!

Beatriz disse...

Acho que depende da visão e da forma de cada um recebe as informaçoes.

Eu quando assiti esse filme, não olhei para o marido e sim para a esposa que maltratava o marido e somente deu valor ao marido quando perdeu ele.

Quando assisti ao invés de olhar se meu esposo me tratava dessa forma fiz ao contrário, valorizei cada coisinha especial que meu esposo faz por mim, mesmo ele sendo um coração de pedrinha.

Dede disse...

Oii D. Nanda,
É verdade, filme romântico, ou um livro romântico,músicas, pricipalmente para quem é solteira, é estranho, bate uma carencia, "aah eu quero um namorado assim", "ai que lindo", dá até vontade de chorar...e muitas em busca disso, acabam fazendo a escolha errada e se dão muito mal. Por isso que se vê jovens cheias de filhos, na miséria e infelizes na vida sentimental, pois as emoções afloram e trazem ansiedade..o que não é nada bom, a ansiedade é inimiga da fé, provém do mal.
Aí já viu...
Beeijos e Deus continue te honrando.

Elaine disse...

Olá D. Nanda, Que bom encontrar a senhora!!! Olha, a tempos atras eu assistia a senhora em " coisas de mulher", eu gostava e aprendia muito...Mas estou aprendendo muuuuuito mais agora , lendo seu blog, Obrigada!!!

Eliana disse...

Concordo com a senhora D. Nanda. Quer um sugestão de filme bem realista: Refens do Mal.

Nanda Bezerra disse...

Amigas, obrigada pelos comentários, acrescentam muito!

Beijo a todas!!!

Késsia disse...

Olha o comentário do Seu, Raphael...!

Graças a Deus.

Ligia disse...

Ai Dna Nanda, sou assim mesmo e sei que preciso mudar!!!!

Esses tipos de filmes só servem pra te fazer pensar demais!!

Mas no caso especifico do "PS: I love you" tmb encherguei a frustação da esposa em não ter dado valor ao seu marido enquanto ele estava por perto...Valeu pra despertar!
Bjos

Nanda Bezerra disse...

Queridas amigas Beatriz e Lígia.

Não deixei de perceber isse ponto levantado por vocês, claro!

Mas a mensagem principal do filme não era essa, isso foi apenas algo secundário na trama, para reenforçar o qual maravilhoso era o marido que ela não deu valor.

Talvez vocês não tenham se sentido da mesma forma que eu quando o filme terminou, mas ainda assim não acontece com a grande maioria.

Olha não gostei do filme, mas claro é a minha opinião, por favor se sintam livres para gostar, desde que não se sintam afetadas de alguma forma pela mensagem, não há problema...

Mas o ponto que quis fazer, o exemplo do filme foi apenas para ilustrar...

Bjs para vcs!

di disse...

Olha por incrível que pareça, quando assinti PS Eu te amo, não pesei isso , acabou o filme e eu pensei nossa como eu amo meu marido, vou dar mais valor para ele pois ele esta vivo..

.. meu marido n estava em casa qndo eu assisti,quando ele chegou eu abraçei tanto ele .. e ele aida disse : nossa tem q assistir mais filmes desse ... rsrs achei lindo o filme!!!

bjs

Nanda Bezerra disse...

Oi Di, legal!

Por isso é tão importante tirarmos nossas próprias conclusões, como eu disse uma amiga minha tinha amado o filme e a outra não...

No meu caso nem preciso mencionar, mas é assim mesmo... Cada um é cada um...

O importante é que aquelas que são como eu, que se deixam realmente levar... Tomem cuidado...

Caroline disse...

Super verdade isso que a senhora falou...
acho que todas nós já passamos por pensamentos destes...
Quando frases do tipo "será q ele faria isso por mim?" passam pela minha cabeça eu corto o pensamento e atribuo essa frase ao diabo que sopra no meu ouvido
por que eu sei que isso só me levará a não valorizar o homem maravilhoso que Deus me deu...

bethsilva_8 disse...

Sabe D. Nanda, quando eu assisti esse filme eu só tive um pensamento tenho que dar valor ao que eu tenho, meu grande amor, não penso nos defeitos não, até porque até os defeitos dele eu amo, é sério tá, na hora me irritam um pouco mas logo passa, e não acabamos de nos casar não, estamos juntos entre namoro e casamento há 15 anos, é sério, AMO ESSE HOMEM! Aceitem os seus maridos, valorize o que vc tem!!!! Bjks

Fabiele disse...

Muito bacana o ponto de vista da sra...para nos alertar...a não ficarmos comparando...
e como a sra disse depende mesmo do ponto de vista de cada uma....pq eu ameiii esse filme...exceto o fato de ele morrer..na vdd eu amo comedia romantica...romance...
Mais valeu pelo ensinamento...depois q acabar o filme...temos q deixara emoção de lado...(carne)...e voltarmos para fé...to amando o blog da sra....muito obrigada....

Eunice Nkalankala disse...

Hi Dna Fernanda, isso e serio.
Ha vezes que vejo filmes e fico nesta emocao, mas esta amarrado, e verdade temos que viver pela fe.
O meu dia foi super ocupado mas deu pra arranjar um tempinho pra dizer pra ele o quanto eu o amo e aprecio.
Obrigada
Eunice Namibia

akira disse...

Hi, Dna.Nanda, verdade que nao gosto de emocionar com filmes, nunca gostei de romances, por ser aquela coisa de muito bom pra ser verdade.
A gente tem que cair na real.
Hoje o dia foi correrio e de lutas. oh!!
Mas deu um abraco bem forte e o disse que lhe amo.

God bless, Akira, Namibia

Vacy domingos disse...

Vacy jengue





































Vacy jengue

Boa noite Dna Fernanda e verdade devemos vigiar com esses filmes de muita emoçao devemos sempre viver pela fe sobre natural hoje o meu dia foi legal falei para ele que amo dei-lhe beijos abraços Deus abençoa beijinhos§§§§§§
Vacy Namibia

nubia disse...

É verdade mesmo, um dia eu estava no ponto de ônibus esperando meu irmao me buscar, e fiquei observando um casal, estava muito frio, entao o rapaz tirou a blusa de frio deu para sua namorada, abraçava ela p se esquentar, era um chamego só, todo carinhoso, aí eu pensei: nossa meu marido jamais tiraria a blusa dele para me esquentar nesse frio... como eu queria que meu marido fosse assim...mas ai ela entrou no onibus e foi, quando ele saiu do ponto, veio duas mulheres na direçao dele , e ele começou a mexer com elas, dando em cima mesmo!ai veio a pergunta na minha mente: é assim que vc queria que seu marido fosse? eu logo respondi: de jeito nenhum.prefiro meu marido fiel.