quarta-feira, 11 de agosto de 2010

As balinhas...


É engraçado como sentimos uma certa liberdade de falar em voz alta o que queremos, quando pensamos que ao nosso redor ninguém vai entender...

Você já viajou para um país onde as pessoas falam outra língua e não entendem a sua?

Isso pode ser perigoso...

Outro dia em uma de nossas visitas ao hospital aqui na Namíbia...

"De onde a senhora é?" inicio a conversa com uma senhora que estava com uma carinha muito triste e sofrida. Olhava o vazio e parecia muito só e desolada.

"Venho do Norte" responde voltando sua atenção para mim.

"O que aconteceu com a senhora? Qual a razão de estar aqui?" pergunto.

Ela me mostra o braço enfaixado e diz que foi trazida para Windhoek às pressas, pois no Norte o hospital não tinha condições de cuidar dela, precisava ser operada...

Continuamos conversando e ela contou que como veio às pressas não tinha nada e nem ninguém que a visitasse.

Não tinha nem sabonete para tomar banho, roupas para trocar, pasta de dentes, nada, nada. Me senti comovida, pois ela não estava me pedindo nada, estava apensa desabafando...

Como no mesmo quarto tem em média 6 a 8 pessoas, conversamos um pouco mais, oramos por ela e fomos orar pelas outras senhoras do quarto, mas sabia o que ia fazer assim que saísse dali...

Combinei com as outras esposas de pastores que estavam comigo naquele dia, e fomos juntas procurar uma loja próxima, onde poderíamos comprar as coisas básicas para aquela senhora.

Achamos a loja e cada uma foi buscar uma coisa, sabonete, pasta de dentes, escova, creme, roupa interior, etc...

No caminho para o caixa, nossa cestinha já estava lotada de coisas, quando pensei nas outras senhorinhas do quarto, fui então pegando saquinhos de bala e docinhos que poderíamos dar para as outras do quarto. Fiquei com os braços cheios de balas e doces e fui com minhas amigas para a fila pagar...

Ao chegar na fila, uma jovem que estava na minha frente, me dá um sorriso bem caloroso e amigo, fico até surpresa e retribuo.

Para minha surpresa a mesma jovem vira-se para a sua amiga em voz alta e fala em PORTUGUÊS...

"Olha pra essa branca aqui atrás de mim. Por isso que os filhos delas são cheios de dentes podres, devia ter vergonha de estar cheia de doces e balas, não cuida dos filhos e depois reclama..." nisso ela se vira pra mim e me dá outro sorriso daqueles bem amáveis e amigos.

Não perdi tempo, retribuí o sorriso e disse amavelmente... "Com certeza você não imagina que eu também falo Português, por isso no futuro seria bom tomar mais cuidado ao fazer seus comentários e somente para clarificar, eu não tenho filhos e essas balas são presentinhos que vamos dar para algumas senhoras que acabamos de visitar em um hospital".

A jovem deu um grito de incredulidade e disse... "Ai que vergonha!" saiu da fila e foi embora.

A amiga que estava na fila fica conversando comigo... "Olha, foi muito bom que isso tenha acontecido, estou sempre falando para ela não fazer essas coisas, mas ela está sempre fazendo isso. Foi muito bom, quem sabe agora, ela muda..."

Ao lembrar, até dô risada, mas na realidade, isso foi uma lição pra mim também...

Principalmente no que está relacionado aos nossos olhos...

Nem sempre o que vemos é realmente o que aparenta. Tirar conclusões apressadas é algo muito perigoso e pode nos levar a cometer erros graves e até mesmo mágoas em nossos corações.


21 comentários:

Cammila Maess disse...

Bom dia dn. Nanda!
Muito forte isso que a sra. escreveu!
As pessoas vivem tirando conclusões apressadas, até mesmo nós. Quantas não foram às vezes que tirei conclusões erradas,e quando dei por mim...que vergonha eu fiquei de mim mesma. Mas, tudo serve de lição!
Uma grande beijo, que O Senhor continue a lhe usar a cada dia mais.
Estamos sempre orando pelos pastores e esposas que estão fora do Brasil, imagino que guerra vcs enfrentam...Mas Deus é com vcs.
Fiquem com Jesus

Adalgisia disse...

E bem assim que me sinto quando entro naquelas lojinhas de produtos da china e eles começam a falar outro idioma.Fico sempre pensando sera que estão falando algo de mim?E horrivel essa situação e essa jovem com certesa teve uma lição mais ainda assim não deixa de ser engraçado kkkkkk...Abraços

Erika disse...

É verdade Nanda.

Um dia desses aqui no Brasil estava com uma amiga e ela começou a falar mal de um rapaz da Igreja, quando ela desceu no ponto dela outra mulher chamou o rapaz que estava conosco e falou um monte para ele, como ele que essa minha amiga estava errada de falar de uma pessoa que não estava lá e mais um monte de coisas.
Nesse dia eu aprendi na prática isso, ainda que estava só ouvindo, temos que ter cuidado com o que falamos, pois sempre tem alguém ouvindo.

Becaa. disse...

huahuahuahaua...
Da próxima vez ela vai pensar 1000 vezes antes de julgar alguém, ou então vai criar um dialeto só dela para fazer isso.

hahahaha

Alessandra disse...

kkkkkkk
meu Deus como pode??

Agora é engraçado, mas imagino na hora, como foi chata a situação!

Beijos

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Desculpa, mas foi inevitável não dar risada, estou no trabalho e tive que me conter, rsrsrsr

Foi uma grande lição a todas nós!
Beijos Dona Nanda!

Fabiana

Simone Barracana disse...

Oi dn.Nanda, lendo essa msg penso como as vezes somos precipitadas, e por isso acabamos por nos prejudicar, precisamos vijiar.
Olha não pude deixar de rir, essa situação foi hilária rsrsrsrs, mas também uma lição.
Um grande abraço para senhora.
Simone (SC)

meiri disse...

gostei muito deste artigo...mas fui mais alem no meu pensamento(pois não sei falar outro idioma rsrsrs):qts vezes vemos pessoas e até nós mesmas reclamado "baixinho"ou fazemos cara feia pensando que ninguem esta ouvindo e vendo?Mas Deus vê tudo!!!!Não podemos dar o capricho para carne e sair fazendo comentarios chatos ou tirando coclusoes precipitadas....temos que ter bons olhos...grande beijo.

bia disse...

É sim uma otima lição para todas nós!quem aqui nunca falou demais:s.Como mulher de Deus tenho prestado mais atenção,pois já me chatiei muito com as pessoas que as vezes fala o que pensa!

Muito obrigada dona a senhora com certeza tem nos ajudado muito!
Deus abençoe!

Sandra disse...

Poxa, eu com este meu coração humano ahhh teria dado uma resposta na hora, como um raio, nao levando desaforo para casa!

A senhora agiu de forma sábia, duvido muito que conseguisse, eu no minimo ficaria com coração magoado!

Temos muito que aprender mesmo.

glaucilene disse...

boa noite dn.nanda

é uma grande lição que aprendemos,com essa situação,as vezes nos pegamos a julgar as pessoas sem saber o que elas realmenete tem feito.

que deus abençôe grandemente a senhora.
beijos. glaucilene

Natassia Souza disse...

haha

isso sempre acontece... ainda mais aqui na Florida onde tem uns mil brasileiros... e sempre eh desagradavel... rs

Mas fica a licao...

Bacana!

Beijinhos, d. Nanda!

ObrSara disse...

Muito legal dona, temos que tomar cuidado com o que pensamos das pessoas. Os olhos matam, por isso temos que tomar cuidado com eles!

Um grande abraço que Deus abencoe todos!

Kézia Cavalcante G. Farias disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!
Fantástico! Talvez Deus até tenha permitido que acontecesse tamanho constrangimento (causado por ela mesma), para que ela viesse a se corrigir! Já que sua amiga já havia alertado.
Isto é uma reflexão, de verdade! Para não agirmos precipitados, a ponto de julgar! Obrigada por compartilhar esta lição. Grande Abraço.

Rita Vasconcelos disse...

Dona Nanda:
É verdade, como algumas pessoas conseguem ser falsas e falam sem pensar, julgando, perdendo tempo com comentários inúteis. Isso pode criar tantas situações embaraçosas. Ainda bem que Deus corrije e disciplina a todos quanto ama...
Rita

NÉIA disse...

com certeza conclusões precitadas as vezes são difíceis de evitar, agora tomar atitudes em cima delas é tenso, porque sempre temos que nos colocar do outro lado sempre.

Priscila Leite disse...

Dna Nanda que vergonha essa menina passou hein. Imagino o rosto dela na hora, mas bem feito porque infelizmente muitas pessoas só mudam quando se veem numa situação como essas. Agora acredito que serviu de lição e ela vai mudar e que sirva para todas nós, vigiarmos todas as nossas conclusões. Deus abençoe ainda mais a senhora. Eu tenho um carinho muito grande pela sra um beijo.
http://meublogpessoalpriscilaleite.blogspot.com/

bia disse...

Com certeza!Gente quem nunca fez um comentário e depois se arrependeu?
Essa mensagem irá me ajudar e a muitas outras!Temos que prestar muita atenção com o que falamos pois tudo irá refletir no coração de quem ouve!
bju e Deus abençõe!

Thalita Bastos disse...

Nossa eu ri demais com essa história : O mas gente é sério isso! Nossos olhos podem nos levar a atitudes desagradáveis como essa presenciada pela d. Nanda
Ai que vergonha gente

beijos! :*

Anônimo disse...

Muito forte dona Nanda.
E serve de lição.
Lembro das vezes que por tirar conclusões erradas, perdi grande oportunidades que o próprio Deus havia me dado.
Obrigada

Letícia Paes Magalhães disse...

ola dn. Nanda, muito bacana essa historia que a sra postou mesmo, só afirma que não devemos olhar para aparência ou para o exterior, a maioria das pessoas tiram conclusões erradas sobre algo ou sobre outras pessoas porque só olham o exterior não olham a fundo o que significa aquilo ou como aquela determinada pessoa realmente é. Temos que tomar cuidado, e principalmente, não olhar com maus olhos para nada, sempre procurar enxergar com os olhos de Deus, ou seja, os olhos bons!
Beeeeeijos e fica com Deus, na fé!
Cenáculo do Espírito Santo, Taboão Guarulhos - SP